Marconi se aproxima da marca de 200 prefeitos recebidos em audiência

Publicado:

Na manhã desta terça-feira (24/1), o governador Marconi Perillo (PSDB) deu sequência às audiências com os novos prefeitos goianos. Já foram quase 200 reuniões para despachos administrativos e o acerto de parcerias, onde são discutidas e encaminhadas as demandas urgentes de cada cidade.

A primeira audiência foi com a prefeita de Monitividiu do Norte, Jacira Martins Fernandes (PTB). Acompanhada dos vereadores e líderes políticos da cidade, ela afirmou que a audiência foi melhor do que esperava. “As principais reivindicações foram recapeamento de ruas, iluminação pública e quadra coberta”, disse, explicando que Marconi sinalizou positivamente em relação aos pedidos.

O governador recebeu em seguida a comitiva de Guarani de Goiás, liderada pelo prefeito Volnei Momoli (PSDB). Dentre as prioridades, recapeamento de ruas, ambulância e regularização do fornecimento de energia elétrica para um assentamento de 300 famílias.“O governador tem olhado muito pelo Nordeste goiano”, afirmou Momoli

Já a prefeita de Bonópolis, Cristina Beatriz (PSDB), levou ao governador um conjunto de demandas consideradas prioritárias para o município. A principal delas, explicou, é a recuperação da malha urbana da cidade, além da reforma do colégio estadual e a coleta de esgoto. O governador assumiu o compromisso de firmar um convênio com a Prefeitura, para que a própria administração municipal defina de que forma vai aplicar os recursos.

O prefeito de Portelândia, Manoel Rodrigues de Rezende (PMDB), agradeceu o governador pela maneira que foi tratado, “com respeito e cordialidade”. Adiantou que em Portelândia a grande demanda é por asfalto urbano e garantiu que terá com o Governo do Estado uma excelente parceria administrativa. “Não são todos que fazem isso”, disse Manoel Rezende, em referência às audiências com todos os prefeitos feitas por Marconi.

Com a experiência de já ter sido prefeito e presidente da Associação Goiana de Municípios (AGM), o prefeito de São Miguel do Passa Quatro, Márcio Cecílio Ceciliano (PSDB), levou ao governador a duas prioridades: recapeamento de vias urbanas e construção de 95 unidades habitacionais. “Vamos direto ao ponto”, disse o governador, demonstrando familiaridade com o prefeito. “Com esse gesto, o governador mostra que é um político diferenciado, um municipalista nato”, ponderou Márcio Cecílio.

Médico por profissão, o prefeito de Rio Quente, João Pena (PR), levou ao governador demandas que segundo ele são urgentes no município: obras de infraestrutura urbana, doação de ônibus escolar, ambulância e caminhão compactador de lixo. Marconi também assumiu o compromisso de duplicar o trecho de 7 quilômetros, do trevo da GO-213 à Pousada do Rio Quente. “O que a gente quer é parceria e ajuda”, adiantou o prefeito, para quem o governador demonstrou disposição de atender aos pedidos de Rio Quente.